quinta-feira, 21 de novembro de 2013

COUP

Eu comentei que gostei muito do card game LOVE LETTER pela sua simplicidade em termos de mecânica e componentes em um post de umas semanas atrás. Recentemente, na casa do amigo Torselli, joguei outro card game simples que ficou acima do LOVE LETTER em termos de diversão, mecânica e simplicidade. Estou falando do COUP.



O game tem uma temática de famílias em guerra, blá, blá, blá e blá, mas - de verdade - pode ser jogado com um baralho comum se for o caso. Coup possui 5 tipos de cartas e o deck é formado com três de cada uma. É isso mesmo, o game é jogado com apenas 15 cartas e - acreditem - é bem divertido.



Resumidamente, cada jogador possui duas cartas na sua frente e pode olhar quais são elas a todo momento. Na sua vez ele declara um personagem e realiza a ação do mesmo. Se for contestado por alguém, deve revelar a carta e A)se estiver mentindo perde a carta; B)se for verdade o acusador perde uma carta. Quem perde os dois personagens sai do game e o último a ficar na mesa leva a vitória.

Os poderes de cada personagem são legais e permitem que um jogador compre moedas, mate um personagem, fuja da morte, troque de cartas, etc.

Para quem quiser fazer um print and play basta clicar aqui para pegar as cartas no BGG. E basta clicar aqui para ler as regras no BGG também.

Enjoy!

5 comentários:

Carlos disse...

Pois é Vince... eu gostei do Love Letter e não curti o Coup... Enfim, de qualquer forma ele vai lançado no Brasil pela Funbox Jogos, só não sei quando ainda... :)

VINCE VADER disse...

Sério? Bom, eu achei ambos legais. O bom é poder fazer print and play pra testar. =)

Eduardo "Bobby" Alves disse...

Beleza Vince! Estava a procura mesmo de material para fazer meu homemade. Adorei jogar o Coup. Com a galera certa é um show de risadas. O nome do jogo depois da quinta breja foi até alterado hehehehe

Passou a ser "Nem f.dend." hehehehe
Substitua os pontos por vogais :)

Era um tal de: "Nem f.dend. você é o Duque"

huahuahua

VINCE VADER disse...

Ahhhh, bacana! Acho que a ideia é essa mesmo: imprimir, beber, jogar e dar boas risadas.

Fjunor - Arcanjo disse...

E as moedas? As regras nao falam do Inquisitor... pra que serve?