domingo, 12 de novembro de 2017

Thunder and Lighting

Fazia tempo que eu não jogava um desses card games para dois jogadores. Thunder and Lighting é um jogo de cartas onde um player faz o papel de Thor e outro de Loki. Dois decks simétricos com os mesmos poderes são os "equipamentos" do game. A cada rodada é preciso baixar as cartas fechadas na mesa e organizá-las em 3 colunas. Quando um player ataca outra carta, ambas são reveladas e o combate é resolvido.



O objetivo é destruir o objeto mágico do oponente. Loki tem uma coroa e Thor um anel. Em algum momento você vai ser obrigado a colocar esses objetos no grid e, a partir daí, lutar para escondê-lo do oponente ou defendê-lo com seu exército.



É bem simples, direto e reto. Se você curte um Lost Cities certamente vai curtir esse aqui também.

#GoGamers

domingo, 5 de novembro de 2017

WAR VIKINGS está em pré-venda!

No começo do ano a Grow Jogos me convidou para um projeto muito legal: fazer o game design da nova versão do game War, o WAR VIKINGS. Desafio aceito! Foi muito legal fazer parte desse processo e o produto final ficou muito bacana! O game chega com um mapa menor (para partidas mais rápidas), possibilidade de jogar em dois players, possibilidade de usar poderes de deuses (Odin, Hella, Freya, Thor e Loki), efeitos de comando, barcos e um sistema de gerenciamento de exércitos; agora você pode optar por voltar seu exército para seu estoque ou mandá-lo para o Valhala para usar favores dos deuses (eliminando o exército do jog0).

Bom demais trabalhar com uma galera que manja de processo de criação, produção, distribuição e marketing. Fiz o game design, mas aprendi demais nesse projeto. O mais legal é que O GAME JÁ ESTÁ EM PRÉ-VENDA! CLIQUE AQUI PARA ADQUIRIR O SEU!!

Depois farei um post especial para contar sobre o game. Por enquanto, fiquem com algumas imagens (clique para aumentar):










#GoGamers

Padrões de games em todos os lugares

O chão do Café com Letras (excelente restaurante/bar de vinhos) de Belo Horizonte já está pronto para um protótipo de game abstrato. =)



#GoGamers

domingo, 29 de outubro de 2017

DAMAGE UNLIMITED: sempre bom voltar em lugares legais

Semana passada estive visitando mais uma vez a Europa Central. A convite da PANEURÓPSKA VYSOKÁ ŠKOLA (universidade eslovaca que cursei parte do meu doutorado) fui fazer uma série de aulas e palestras; baita honra estar lá novamente para um papo tão bom. No intervalinho de um dia que tive, fui visitar Vienna - que fica, de trem, 50 minutos da Brastislava.

Vienna é uma cidade foda. Cheia de bons museus, boa comida, boa música e paisagens incríveis. Vienna também é o lar da DAMAGE UNLIMITED, uma senhora loja de games que tive a oportunidade de falar dela aqui e aqui.



A loja está sofrendo uma reforma e está apenas com um terço de sua estrutura. Antes havia uma área com roupas para cosplay, área de RPG e - acreditem - uma parte de bebidas temáticas medievais (!). Por conta dos reparos a loja está só com a área de board games (que é o foco do negócio).



Preços salgadíssimos (como tudo na Áustria), mas dar uma olhadinha e comprar uma lembrancinha não mata, né? Fora que o atendimento é muito bom.



O grande lance da loja é que ela fica realmente perto do quarteirão de museus da cidade. Uma área sensacional da cidade.



Fica esta última imagem para matar saudade dessa bela trip. Finalzinho de tarde tomando um vinho na rua. =)

#GoGamers

domingo, 22 de outubro de 2017

Imagine

Esse título chegou recentemente no Brasil lançado pela Galápagos. De autores orientais, o Imagine lembra bastante o Concept; você sorteia uma carta, escolhe uma das palavras e - utilizando um deck de cartas transparentes de acetato - deve montar sua ideia para que os outros adivinhem.



No Concept há um tabuleiro com os elementos fixos e você precisa colocar os marcadores. Em Imagine é necessário sobrepor as cartinhas para que as figuras se combinem. Além disso, é permitido movimentar as cartas para representar o desafio.



As imagens são bem abstratas e permitem um sem número de combinações. Gostei muito do design das cartas, é bem minimalista e iconográfico. É um jogo com possibilidades infinitas de expansão. Eu gostei, mas ainda sou mais fã do Concept nessa seara de games de adivinhação e montagem de raciocínio.

Eu joguei esse na Encounter Board Game Café recentemente.

#GoGamers

domingo, 15 de outubro de 2017

Exit: The Game – The Pharaoh's Tomb

ATENÇÃO: POSTAGEM DE NÚMERO 1400! UM BAITA OBRIGADO PARA TODA A GALERA QUE ACOMPANHA O CONTEÚDO DO GAME ANALYTICZ!

*fim da onda de empolgação; hora do post*

Já falei aqui no Game Analyticz sobre os escape rooms games nesse link e nesse outro aqui. Basicamente são jogos que você e um grupo de amigos tem que sair de uma sala repleta de puzzles. Existem alguns board/card games que adotaram essa pegada e estão fazendo bastante sucesso entre grupos de players pelo mundo.

Joguei recentemente o Exit: The Game – The Pharaoh's Tomb. Uma aventura em que é preciso escapar da tumba do faraó em um tempo pré-determinado resolvendo enigmas. Falhamos miseravelmente, mas o game é bem divertido.



O game é categorizado como "legacy". Depois que você joga, provavelmente vai descartar ele. Além de saber as respostas de enigmas, alguns materiais do games são rasgados, rabiscados e recortados. No nosso caso, travamos em um determinado enigma e vamos jogar de novo, mas já enfiamos a tesoura no livro de apoio para resolver um puzzle.



Como nos escape rooms, a solução de um enigma leva para o próximo. No caso do Pharaoh's Tomb, os enigmas tem pistas e dicas para resolução, mas resolver a partida sem utilizar estas cartas aumenta a pontuação do grupo.

É diferente e divertido. Dá pra rachar com um grupo de amigos, jogar e depois descartar o material.

Eu estava atrasado para jogar um game dessa modalidade, mas achei bem divertido. É perfeito para treinamentos de equipe que procuram enfatizar questões de trabalho em equipe. Com uma vantagem: dá pra jogar em uma mesa sem precisar de uma sala especial para isso.

Quero experimentar outros!

#GoGamers

domingo, 8 de outubro de 2017

World Championship Russian Roulette

É muito bom poder viver em um mundo no qual, graças aos financiamentos coletivos, alguns jogos de temática inusitada ganham vida e vão para a casa dos jogadores que curtem esquisitices. World Championship Russian Roulette, como o nome diz, é um jogo sobre roleta russa. O manual do jogo começa com a seguinte frase "Parabéns! Você está na final do campeonato! Infelizmente, é um campeonato de roleta russa".



A mecânica é muito simples e tem até uns elementos do clássico game Cash and Guns. Cada jogador tem uma equipe de "profissionais" de roleta russa. A cada rodada eles devem fazer uma aposta de 0 a 5 com um dado e esse é o número de vezes que devem atirar com a arma (que é representada por um deck de 7 cartas). Há seis cartas de click e uma de bang. O resto o leitor ou leitora deve imaginar como procede.

Há um deck de cartinhas com poderes para dinamizar o game e ganha quem sobreviver com mais sucessos.

No vídeo a seguir há uma explicação mais completa e promocional do game.



Essa é mais uma estranheza que conferi recentemente na Encounter.

#GoGamers