quarta-feira, 22 de abril de 2009

Leonardo da Vinci

Foi um bom jogo conferido a semana passada. É para 2 a 5 jogadores, mas em 2 fica bem truncado e acaba não explorando o potencial completo. Nesse jogo os players são aprendizes de Leonardo da Vinci em Florença, aquele que completar primeiro o maior número de obras solicitadas ganha a partida.

Basicamente é um título de alocação de trabalhadores bem legal; a cada rodada você tem que escolher entre algumas opções: captar mais recursos para os laboratórios, contratar mais funcionários, conseguir benefícios da prefeitura ou finalizar obras (desde que tenha recursos e investimento em pesquisa pra isso).

O manual assusta um pouco de início, mas tem um setup intuitivo e fácil se você já jogou algum game do gênero. É relativamente rápido e bem gostoso de jogar. O pack vem recheado de coisas: muitos meeples, tabuleiros individuais de laboratórios, tabuleiro principal (um pouco consfuso, diga-se de passagem) e deck de cartas.

Agora uma parte crítica: a arte podia ser bem melhor. Porém, tendo isso em vista, contrataram o Mike Doyle pra refazer toda a parte gráfica do game para um re-print, como você pode ver logo a seguir. A lateral ficou bem chique e parece um livro quando você coloca de pé.

Imagens do BGG. Regras decupadas por Jaque.

Um comentário:

Edu disse...

Eu consegui jogar o Leonardo da Vinci uma vez e gostei muitoooo. Dica: jogue com o setup avançado (que de avançado não tem nada) é muito mais justo e balanceado. Agora essa versão do Mike Doyle... aff... sem palavras.